Últimas Notícias

Imprimir
PDF

METALÚRGICOS DE DIVINÓPOLIS ARRANCAM VITÓRIA EM CIMA DA GERDAU!

Na última sexta-feira, dia 11 de novembro, os metalúrgicos da Gerdau, em Divinopolis, mostraram toda a sua indignação com a postura dos patrões. Mesmo batendo recordes de produção no último ano, os patrões de Divinopolis apresentaram uma proposta de INCP + 30% deste, sem abono e avanços nas cláusulas sociais.

Os metalúrgicos seguiram a orientação do sindicato dos metalúrgicos de Divinopólis e região, filiado a Federação Democrática dos Metalúrgicos de MG e a CSP-Conlutas, e paralizaram a produção por 30 minutos.

No mesmo dia ocorreu uma reunião entre Gerdau e Sindicato, na qual a empresa apresentou a seguinte proposta:

INPC                     6,66%
Aumento real de    2,66%
Totalizando            9,5%
Abono de             550,00
além da PLR, já que a empresa paga normalmente 2,4 salários nominais para cada trabalhador

Piso salarial de    R$ 1.200,00 (10,29%)

A empresa ainda ficou de dar resposta sobre liberação dos cipeiros e outras cláusulas
sociais.

Na próxima quinta-feira ocorrerá assembléia para decidir sobre a proposta. Este acordo é superior ao negociado na Fiemg, pois, além de ter um aumento real um pouco maior, a empresa concedeu abono.

O INPC de outubro ficou em 7,31% e o reajuste foi de 10%, sendo 2,5% de aumento real, e abono somente para empresas que não negociaram a PLR.

Hoje, às 14 horas, acontece mais uma rodada de negociações com os patrões dos setores de Fundição e Ferro Gusa.


Texto e fotos: Geraldo Batata

  • escolinha de futebol 18-08-12
  • veterano de 2012
  • veterano de 2012
  • veterano de 2012




Fonte: http://csp-conlutasmg.blogspot.com.br/2011/11/metalurgicos-de-divinopolis-arrancam.html
Imprimir
PDF

TRABALHADOR MORRE NA GERDAU DE DIVINÓPOLIS!

Um homem de 46 anos morreu queimado na manhã desta qunta-feira depois de cair dentro de um forno de aciaria (utilizado na produção de aço) na Empresa Gerdau, em Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas. Ronaldo Gomes Branquinho estava trabalhando na manutenção quando aconteceu o acidente. Outras duas pessoas tiveram ferimentos leves e foram encaminhadas ao Hospital São João de Deus.

A empresa informou que o forno, que pode chegar a 1,8 mil graus, estava desativado desde o dia anterior. Segundo o Corpo de Bombeiros, no momento do acidente, a temperatura estaria em torno dos 800 graus.

De acordo com o coordenador do Sindicato dos Metalúrgicos de Divinópolis, Anderson Willian, os três funcionários realizavam manutenção no forno quando, supostamente, uma explosão abalou a estrutura onde os operários estavam. Ronaldo teria se desequilibrado. A empresa afirma que os trabalhadores usavam todos os equipamentos de segurança necessário e a causa do acidente só será concluída após a perícia.

Em nota, a Gerdau informou que as operações dentro da unidade foram paralisadas durante todo dia. A empresa explicou ainda que “está prestando toda a assistência à família da vítima e as causas do acidente estão sendo investigadas”. Ronaldo trabalhava como metalúrgico há mais de 15 anos e há cinco estava na Gerdau. 
 
Fonte: www.uai.com.br
 
O sindicato de metalúrgicos de Divinópolis e a CSP-Conlutas/MG se solidarizam com a família do trabalhador e denunciam a Gerdau pelas más condições de segurança dentro da empresa!
 
CHEGA DE MORTES E ACIDENTES NOS LOCAIS DE TRABALHO!



Fonte: http://csp-conlutasmg.blogspot.com.br/2011/12/trabalhador-morre-na-gerdau-de.html
Imprimir
PDF

Pedágio das rodovias de SP fica mais caro este mês

Alta é fruto do sistema de privatização das rodovias feito pelo PSDB

As tarifas dos pedágios de rodovias paulistas privatizadas ficaram mais caras a partir deste mês. Os reajustes chegam até a 14%, percentual bem acima da inflação, que fechou o último ano em 6,5%.

O sistema Anchieta-Imigrantes, que leva o motorista às praias do Litoral Sul, é o que terá o maior custo. O pedágio passará de R$ 20,10 para R$ 21,20 para veículos de passeio, um "assalto" institucionalizado!
Imprimir
PDF

Montadoras tiveram isenção de R$ 1 milhão por emprego criado

Medidas de incentivo ao setor nos últimos três anos contribuíram ainda para remessa de lucro ao exterior de US$ 14,6 bi pelas montadoras

Desde o início da crise internacional, o governo federal abriu mão de R$ 26 bilhões em impostos para as montadoras. Ao mesmo tempo, o setor criou apenas 27.753 novas vagas de trabalho, o que significa que cada novo emprego custou cerca de R$ 1 milhão em renúncia fiscal aos cofres públicos.
Imprimir
PDF

Governo planeja mais um ataque ao direito de aposentadoria

Nova regra é apresentada diante da proposta de votação do fim do fator previdenciário

O governo Dilma planeja votar ainda este mês uma nova reforma da Previdência. A proposta é substituir o Fator Previdenciário por uma nova regra, conhecida como 85-95.
Imprimir
PDF

Metalúrgicos da GM aprovam plano de lutas contra demissões

Vamos realizar manifestações na fábrica e nas ruas, organizar uma caravana para Brasília e realizar um grande ato nacional

Os metalúrgicos da General Motors de São José dos Campos aprovaram, em assembleia, nesta segunda-feira, dia 2, um plano de lutas contra o provável fechamento do setor MVA (Montagem de Veículos Automotores) e a demissão de até 1.500 trabalhadores.